7 de julho de 2016

Descubra quais lingeries combinam com seu tipo de corpo

Corpo ampulheta, retângulo, oval, triângulo invertido, seios pequenos ou grandes, pedem tipos de lingeries diferentes. A cor e o modelo podem valorizar ainda mais o corpo feminino e ressaltar o que cada uma tem de melhor. Com a peça certa, é possível disfarçar barriguinhas ou ganhar curvas.

“Antes de tudo, a lingerie deve estar confortável no corpo da mulher. Para que isso ocorra, é muito importante que a mulher saiba o tamanho correto de sua lingerie e também a modelagem que melhor se adapta ao seu biotipo, observando o formato e volume do busto e do quadril e também da cintura e das costas”, explica Samantha Perim, designer de produtos da marca cearense Nayane Rodrigues Lingerie.

De acordo com ela, o uso diário do sutiã ajuda a diminuir a gravidade e preservar as fibras de sustentação. Além de realçar as mamas e protegê-las, também evita problemas na coluna.

“Para o uso correto do sutiã, deve-se ainda ter atenção especial na regulagem das alças, que não podem apertar ou marcar a pele. As alças contribuem muito para o bem-estar, sendo assim, devem estar ajustadas à altura de cada mulher”, afirma.

Então, fique atenta às dicas da designer e saiba qual o tipo de lingerie combina com você:

– Corpo ampulheta ou ‘oito’:

Ombros e quadris são do mesmo tamanho. A cintura é definida, e o seio costuma ser grande.

Sutiã: o modelo meia-taça favorece o visual. Prefira bojos sem enchimentos. Uma ótima opção para conforto são os sutiãs sem aro, que irão proteger os seus seios e não aumentarão o volume e valorizarão o colo devido ao formato de decote em formato ‘V’. Evite detalhes no centro do bojos, pois aumentam o volume dos seios.

Calcinha: para ficar longilínea, use o cós na linha do quadril. Nossa linha de calcinhas ultrafirmadoras são ideias, pois elas foram desenvolvidas ergonomicamente para alinhamento corporal, proporcionam maior segurança e, por possuírem bumbum cavado, vestem todos os quadris.

– Corpo retângulo:

Ombros, quadris e cintura têm a mesma medida.

Sutiã: vale tudo para ganhar volume. Para aumentar a região dos seios, prefira sutiã com bojo e enchimentos. Eles aumentam e unem os seios de maneira confortável, influenciando na estética do visual.

Calcinha: prefira os modelos tanga, que proporcionam o efeito asa delta. O importante é adicionar forma às suas medidas, criando curvas. Pode abusar de detalhes de rendas nas laterais.

– Corpo oval:

Costas e seios volumosos, sendo a região da cintura bem arredondada.

Sutiã: prefira sutiãs de taça, dê preferência para os com bases mais largas que oferecem segurança e média sustentação.

Calcinhas: opte pelas calcinhas que marquem a cintura, pois alinharão as medidas, criando curvas no corpo.

– Corpo pêra:

Corpo mais fino em cima e largo abaixo da cintura. Seios, em geral, pequenos.

Sutiã: para valorizar o colo, os desenhos nos seios devem levar o foco para cima. Se usar renda, escolha uma da mesma cor do tecido e concentrada no centro para não aumentar a área do corpo. O melhor modelo é o meia-taça com pouco enchimento.

Calcinha: de preferência lisa. Escolha uma peça com laterais largas, modelo “caleçon”, sem costuras nas laterais; pois, além de confortáveis, não marcam os quadris e se aderem perfeitamente ao corpo.

– Corpo triângulo invertido:

Ombros e costas são maiores do que o quadril. Seio costuma ser volumoso.

Sutiã: com alças largas e reforço lateral. Opte por tecidos lisos e discretos que equilibram as formas.

Calcinha: abuse dos detalhes, pois a intenção é levar o foco para a parte de baixo. Aplicações de renda podem contrastar com o tom do tecido. Aqui, laterais finas são permitidas. O modelo tanga brasileira com renda valoriza as formas salientando o bumbum.

– Seios grandes:

Para seios grandes, os melhores sutiãs são os que possuem sustentação, mas sem nada de volume. Escolha o tamanhos que cubram os seios principalmente nas laterais. Modelos ultrafirmadores ou com bojos flex são ideais pois possuem a copa mais profunda.

– Seios pequenos:

Os melhores modelos de sutiã para realçá-los são os com bojo, para ajudar no tamanho e também levantá-los um pouco. Prefira os push ups com bojos de enchimento.

– Bumbum pequeno:

Abuse dos fios dentais ou do modelo tanga brasileira, eles valorizam as formas. “A linha Magic, da Nayane Rodrigues Lingerie possui produtos específicos, com efeito silicone, que aumentam o volume do bumbum por meio de enchimentos, ou pela compressão de tecido x forro que salienta a nádegas e modela as medidas do abdômen”, indica Samantha.

– Lingerie ideal para mulheres esportistas:

O ideal são tops com bojos e alças reguladoras que se adaptam ao corpo feminino, proporcionando funcionalidade e praticidade, além de acomodar e proteger os seios dos impactos dos exercícios.

– Lingerie ideal para mulheres plus size:

A mulher plus size pode investir em modelagens que vão do estilo básico ao fashion e ao sensual. Opte por peças em microfibras lisas ou em renda, reforçadas com bases duplas, alças largas e ajuste de costas.

 

Fonte: http://tribunadoceara.uol.com.br/mulher/moda/descubra-quais-lingeries-combinam-com-seu-tipo-de-corpo/